Recifes biológicos: de algas calcárias, de coral de mar profundo e de areia

Autores: Lucas Rodrigues da Silva, Fernanda Cabral Jeronimo, Thais R. Semprebom, Aline Pereira Costa, Douglas F. Peiró



A foto é um banco de águas calcarias. As cores da alga varia do rosa para o rosa claro. É possível observar diversos organismos como esponjas e cnidários associados à essas algas.

Banco de algas calcárias. Fonte: Marina N. Sissini em A. Turra & M. R. Denada, 2015 (p. 48).



A construção está relacionada com o ato de edificar, construir ou desenvolver algo. Esse conceito torna-se simples se analisarmos as construções humanas. Porém, a natureza também possui seus construtores na terra e no mar. No ambiente terrestre, por exemplo, podemos identificar diversas construções naturais, como os cupinzeiros, colmeias de abelhas, ninhos de diversas aves, entre outros. Enquanto que no ambiente marinho, temos os recifes biológicos.


A imagem está dividida em três fotos diferentes: foto A, foto B e foto C. Na foto A, em primeiro plano, temos um casal de João-de-barro próximo de seu ninho. O ninho está sob uma estaca de madeira e possui um arame esticado transversalmente. Ao fundo, de maneira desfocada, um campo de cor verde e um céu azul claro. Na foto B, um cupinzeiro de formato oval de cor cinza, a entrada possui uma  coloração marrom . O cupinzeiro sob um gramado verde claro. Na foto C, em primeiro plano, uma colmeia suspensa em uma folha de palmeira. O sol ilumina a fotografia e a folha é verde.

Alguns exemplos de animais construtores em ambiente terrestre. (A) um casal de joão-de-barro (Furnarius sp.), (B) um cupinzeiro e (C) uma colmeia. Fontes: (A) Guilhermetato/Wikimedia Commons (CC BY-SA 3.0), (B)