Recifes de coral: os corais e o fenômeno do branqueamento

Atualizado: 4 de fev.

Autores: Julia R. Salmazo, Douglas Peiró e Thais R. Semprebom


Imagem mostrando uma parte da Grande Barreira de Corais da Austrália. Podemos ver vários organismos avermelhados e alaranjados fixados no substrato.

Variedade de corais na Grande Barreira de Corais da Austrália. Fonte: Toby Hudson/WikimediaCommons (CC BY-SA 3.0).



Os corais podem até parecer plantas, mas não são! São formados por animais cnidários, parentes das anêmonas e das águas-vivas. Uma particularidade dos corais é que, diferente dos seus primos gelatinosos, esses animais possuem um esqueleto interno formado por carbonato de cálcio, que é construído durante toda sua vida. A parte bonita e colorida que vemos é uma camada fina de tecidos, formando muitos pólipos. Pólipos, por sua vez, são os indivíduos que formam um coral, cada qual com uma boca e muitos tentáculos no entorno, todos unidos e vivendo juntos em uma colônia. Abaixo deles encontra-se o esqueleto, que vai sendo depositado conforme o coral vai crescendo, correspondendo à maior parte do volume do coral.


As muitas espécies de corais juntas, depositando seus esqueletos e sustentando uma grande variedade de outros animais e algas, são chamadas de recife de coral. Em outras palavras, os recifes são estruturas criadas pela ação dos corais, sobre as quais eles e muitos outros organismos crescem. Um exemplo da dimensão que podem chegar é a Grande Barreira de Corais, na Austrália, que alcança 2.000 km de extensão.


Os recifes ocorrem nas águas rasas e translúcidas de regiões tropicais do planeta, pois preferem lugares mais quentes e com mais luz. Isso porque os corais têm associações com microalgas, conhecidas como zooxantelas, que vivem entre seus tecidos e precisam da luz para fazer fotossíntese. Apesar de a maioria dos corais ser carnívora e capturar o alimento com seus tentáculos, é dos produtos da fotossíntese dessas algas que vem a maior parte da sua nutrição. Além disso, são as zooxantelas que dão aos corais as diversas cores que eles exibem, pois seus tecidos são translúcidos.



MAS POR QUE É QUE ELES ESTÃO FICANDO BRANCOS?


Até aqui, tudo ok, falamos um pouco sobre os corais. Mas por que é que eles estão ficando brancos?