Dragagem x erosão costeira: como e por que acontece

Autores: Fernanda Cabral Jerônimo, Nicholas Negreiros, Thais R. Semprebom, Aline Pereira Costa e Douglas F. Peiró



Fotografia de um maquinário flutuante especializado em atuar no fundo do mar, retirando areia, chamado draga. O maquinário, que lembra um barco, porém muito mais complexo, está flutuando no oceano e, ao fundo, está o céu azul, com poucas nuvens.

O maquinário flutuante responsável por remover a areia do fundo chama-se draga. Fonte: paulbr75/Pixabay.



DRAGA… O QUE?


Dragagem é o ato de escavar ou modificar o fundo de cursos d’água (rios, canais ou praias) com o auxílio de maquinários chamados de dragas, um tipo de embarcação dotada de equipamentos especializados em mover uma grande quantidade de sedimentos ou rochas. Além disso, a draga pode armazenar o sedimento para, posteriormente, descartá-los em outro lugar.


A foto superior mostra uma draga fora de atividade, com destaque para o braço robótico com garras na ponta, responsável por pegar e deslocar o sedimento do fundo. A foto inferior mostra o despejo de sedimentos que saem de um cano localizado na própria draga e são despejados em um local diferente da coleta. Nessa foto, o despejo ocorre na água.

(A) Draga fora de funcionamento, evidenciando a garra que coleta os sedimentos e (B) descarte de sedimentos. Fonte: (A) Pxhere (CC0) e (B) USFWS/Pixnio (CC0).


</