Como a morte dos recifes de corais afeta o planeta

Atualizado: 6 de nov. de 2020

Autores: Amanda C. Jerônimo; Mariana P. Haueisen; Thais R. Semprebom e Douglas F. Peiró



Foto de um recife de coral no fundo do mar. A aparência dos corais é de estruturas pontiagudas e ramificadas, com coloração pálida. Alguns peixes nadam próximos aos corais.

Coral branqueado de ramificação (Acropora sp.) na Ilha Heron, Austrália: grande recife de coral. Fonte: J. Roff/Wikimedia Commons (CC-BY-SA 3.0).



CORAIS: PLANTA, MINERAL OU ANIMAL?


Apesar de serem confundidos com plantas ou “pedras coloridas”, os corais são animais invertebrados pertencentes a um grupo de animais chamado Cnidaria. As anêmonas-do-mar e as águas-vivas também fazem parte deste grupo.

Cnidaria (ou cnidários) é um filo do reino Animalia que agrupa animais aquáticos multicelulares de estrutura simples. Possuem apenas uma boca e um estômago simples. No caso dos corais são organismos que não possuem locomoção e estão localizados no substrato do mar.

Existem pelo menos dois tipos de corais. Os que formam os recifes são conhecidos como corais duros (ou hard corals), que extraem carbonato de cálcio da água do mar, formando exoesqueletos de calcário. Outro tipo conhecido são os corais moles (ou soft corals), que são flexíveis e se assemelham à morfologia de algumas plantas.


Montagem com duas fotos. A foto do lado esquerdo é um coral duro de cor marrom no meio de um recife. Do lado esquerdo é um coral mole de cor rosa claro no meio do mar.