Polvo: um animal, sete maravilhas

Atualizado: 7 de set. de 2020

Autores: Laís Neves, Julia R. Salmazo, Thais R. Semprebom, Regiane Dall’Aqua e Douglas F. Peiró


Imagem mostra um polvo com coloração bege e marrom, e em seus tentáculos certa coloração azul. Este polvo está dentro de uma concha e ambos estão no substrato.

Pequeno polvo abrigado em uma concha. Fonte: Nick Hobgood/WikimediaCommons (CC BY-SA 3.0).



OS POLVOS E SUAS INCRÍVEIS HABILIDADES


Os polvos são as criaturas marinhas mais impressionantes e habilidosas já encontradas. Costumam se abrigar em fendas nas rochas ou construir sua própria toca, com pequenas conchas e cascalhos que encontram no mar. Pertencem à classe Cephalopoda (cephalo = cabeça; poda = pés) e à ordem Octopoda (octo = oito; poda= pés), que indicam as principais características desses animais: ter oito pés, que estão ligados à cabeça, ao redor de sua boca. Eles também não possuem esqueleto, por isso fazem parte do filo Mollusca (molluscus = mole).


Ilustração apontando a cabeça, o olho, o sifão, a boca, as ventosas e os braços do polvo.

Desenho esquemático mostrando a morfologia externa do polvo. Fonte: modificado de Karlis Kalviškis/WikimediaCommons (CC BY-SA 4.0).



Os polvos utilizam seus braços para se locomover e capturar suas presas, pois são animais predadores e se alimentam principalmente de pequenos peixes, crustáceos e outros invertebrados. Seus braços são dotados de uma série de ventos