O coral-sol: um astro invasor

Atualizado: 4 de fev.

Autores: José Pedro Vieira Arruda Júnior, Nicholas Negreiros, Thais R. Semprebom, Raphaela A. Duarte Silveira e Douglas F. Peiró


Imagem de indivíduos de coral-sol agregados em um substrato no mar. Da esquerda para a direita, há cerca de 80 indivíduos com os pólipos para fora ou não.

O coral-sol é uma espécie exótica invasora que ameaça a biodiversidade marinha brasileira (Ilha da Âncora, Búzios). Fonte: Maraguary/Wikimedia Commons (CC0).



A intensificação do trânsito marítimo, desde as grandes navegações, permitiu que organismos fossem transferidos para áreas que não sejam de sua ocorrência natural. Esses organismos são chamados de espécies exóticas e podem causar grandes problemas ecológicos e econômicos no ambiente em que são encontrados, como é o caso do coral-sol (Tubastraea spp.).



O QUE SABEMOS SOBRE O CORAL-SOL?


Coral-sol é o nome comum para espécies animais do gênero Tubastraea, originários do Indo-Pacífico e que chegaram ao Brasil por volta dos anos 1980, em incrustações de plataformas petrolíferas no Rio de Janeiro. No Brasil, são encontradas duas espécies, T. tagusensis, de cor amarelada, e T. coccinea, de cor alaranjada (entre outras características morfológicas que as distinguem), tanto em ambientes naturais da costa brasileira como também em plataformas petrolíferas, navios e bóias. Esses organismos estão se dispersando na costa do Brasil, mas principalmente nos estados de Santa Catarina, São Paulo, Rio de Janeiro e Bahia, e mais recentemente em outras áreas do Nordeste, como Pernambuco e Ceará.



MAS COMO ESSAS ESPÉCIES CONSEGUIRAM SE ESTABELECER NO BRASIL?


Quando uma espécie consegue ser uma boa competidora por espaço, ela pode exercer influência ao longo de uma área e ter vantagem na competição com outros organismos que não sejam de sua espécie (competição interespecífica). Além disso, uma maior área de influência possibilita que a espécie exótica tenha maior disponibilidade de recursos para crescer e se reproduzir. A ausência de predadores naturais também intensifica a área de influência desses organismos. Todas essas características podem favorecer a espécie de tal forma que ela se torne invasora no local.